comercial@dominiuminfo.com.br
(16) 3627-9889
Dicas para proteger seus dados online
Você já fez compras online? Pois saiba que os seus dados podem estar em risco. Veja como se proteger.
Postado em 15/07/2019
    Compartilhe:

Será que você precisa de proteção de dados online?

Vamos começar com uma história. Supondo que seja segunda-feira antes do almoço e você queira comprar um par de tênis novos. Ou então, pedir o almoço para comer no escritório.

Qual é a primeira coisa que você faz? Liga para algum número ou acessa serviços online? Se a resposta for a segunda opção, então você precisa buscar todas as informações possíveis sobre proteção de dados.

Leia em seguida: como o aluguel de equipamentos aumenta a segurança digital da sua empresa

A proteção de dados online: informações que valem ouro

Não pense que a proteção dos seus dados precisa ser apenas pelas causas óbvias, como por exemplo, proteger a sua conta bancária para que não aconteçam desvios.

Na verdade, suas informações valem muito mais do que apenas dinheiro. Vamos explicar no próximo tópico.

O uso indiscriminado dos dados pessoais

Seu comportamento online deixa traços que são utilizados por empresas com o intuito de aumentar a influência delas sobre seus hábitos de compra. Por exemplo, quando você entra em um e-commerce e faz qualquer pesquisa.

Vamos imaginar que você entre no site de tênis e pesquise um modelo desejado, mas acaba desistindo da compra e visitando outros sites. Automaticamente você recebe nos banners propagandas de produtos relacionados ao tênis pesquisado.

Já percebeu?

Essa é uma estratégia de marketing, chamada de remarketing, que faz uso das suas informações online para direcionar produtos ou serviços do seu interesse. Não há nada de errado, afinal, essa abordagem gera soluções para os seus problemas. Você deseja um tênis, os produtos serão apresentados.

É sua decisão comprar ou não.

Mas nem todos os dados pessoais online são usados com tanta dignidade

Em uma matéria publicada no site O Globo ficou claro como o problema da proteção de dados online chegou até o Ministério Público, confirmando que diversas empresas estariam usando suas informações para estratégias mais absurdas.

Você já imaginou seus dados sendo utilizados para preencher formulários em sites, ou então sendo fornecidos para que empresas entrem em contato com você sem o seu consentimento?

Ou pior, influenciando o seu comportamento online.

Aqui entramos em um conceito importante para continuar, a Big Data.

Também é importante saber: Duas dicas fundamentais que você deve saber antes de contratar um serviço de outsourcing em T.I

O que é Big Data?

Podemos definir o Big Data como a ação sobre os dados que estão disponíveis.

Imagine as redes sociais, a quantidade de perfis e informações que são disponibilizadas diariamente. Quando um usuário dá like nessa foto, mas não em outra, ele está demonstrando preferência por um tipo de assunto.

Essas informações são coletadas e processadas para que as empresas possam trabalhar sobre elas: uma marca de shampoo precisa saber se a embalagem azul ou verde faz mais sucesso entre as mulheres de 18 até 30 anos, por exemplo.

A questão não é o uso, é a sua decisão sobre esse uso. Quando você faz a pesquisa, dá o like, marca um amigo ou compartilha, expressa essa decisão. Quando uma empresa pega suas informações sem você saber e as usa mesmo assim, aí estamos diante de um crime.

O poder da Big Data

O cruzamento de dados e a influência da inteligência artificial no controle da Big Data faz com que empresas consigam encontrar soluções perfeitas para cada situação.

Uma empresa capaz de analisar dados e estabelecer estratégias com eles tem um poder enorme.

Imagine essas informações nas mãos de grupos políticos? Até mesmo empresas sem idoneidade ou então seus dados online sendo utilizados em países estrangeiros?

Saiba mais: Características de empresas orientadas a dados

Aí está o valor das suas informações

Voltemos para a matéria do Globo e o Ministério Público investigando o vazamento de informações. Na época, a investigação buscava descobrir se a Anatel estava facilitando o acesso aos dados dos usuários de telefonia móvel.

A matéria também apontou que algumas empresas disponibilizavam seus dados por menos de R$50,00.

Ou seja, aquela lojinha de tênis estranha que você fez o cadastro uma vez e nunca mais entrou estava vendendo as suas informações por menos de 1 par de tênis. Sabe-se lá para qual finalidade.

Sem perder o assunto: quais equipamentos uma empresa orientada a dados deve ter?

Cadê a lei?

No dia 14 de Agosto de 2018, Michel Temer, então presidente, sancionou a Lei de Proteção de dados na Internet, que protege os usuários de eventuais investidas de hackers, ou do uso inconsentido das informações.

A lei existe, contudo, os avanços dos hackers e a venda ilegal ainda vai perdurar por muito tempo. Sendo assim, é importante que você esteja protegido.

Como garantir a proteção de dados online

Regras básicas:

  • Use o navegador em modo privado, dificultando o rastreio dos seus passos online
  • Mantenha computadores e aparelhos sempre atualizados, até mesmo a TVSmart
  • Use senhas complexas, preferencialmente com a combinação de letras, números e símbolos
  • Só abra e-mails de fontes confiáveis. Uma das maiores estratégias para obter suas informações ilegalmente é por meio de campanhas de e-mails falsas.
  • Computadores públicos e redes de Wi-fi abertas são indicadas apenas para diversão. Evite fazer transferências ou acessar dados pessoais nesses casos.
  • Faça o logout sempre que não for mais utilizar o computador
  • Quando for fazer o armazenamento na nuvem, lembre-se de prezar pelos serviços que exigem senha
  • Evite compartilhar informações extremamente pessoais nas redes sociais.

Sem paranoia, apenas cuidado com os dados online

Talvez o artigo possa ter levantado aquela questão angustiante e feito até mesmo muitas pessoas acreditarem que estão sendo vigiadas agora mesmo.

Esse não é o objetivo e você não precisa se sentir assim.

A verdade é que, como tudo na vida, a interação online exige responsabilidade e cuidado. Além de tudo, confiança e parceria com marcas responsáveis também serão fundamentais para a sua segurança.

Compre apenas das lojas que você confia e tenha suas maquinas atualizadas.

Veja também: vantagens que a locação de T.I gera às empresas

Para tanto, o ideal é investir na locação de equipamentos de T.I, assim você terá certeza da proteção completa.

Além dos equipamentos estarem sempre atualizados, ainda contam com o que existe de melhor em questão de antivírus e segurança para dados na nuvem.

Na prática, uma locação com total segurança ainda representará um investimento menor, quando comparada a uma compra, por exemplo.

Entre em contato e solicite um orçamento, sem qualquer compromisso. Você verá os nossos números e terá certeza de que a sua segurança online estará garantida.

Comente com o facebook

Notícias mais vistas
As vantagens e desvantagens da automação de serviços
A importância do outsourcing em T.I. na economia circular
Vantagens que a locação de T.I. gera às empresas
Video Wall: A nova aposta do mercado para atrair clientes